Archive for October, 2006

mais uma segunda-feira…

October 23rd, 2006

Depois de um fim de semana em penixe a matar saudade do colo da mamã e do papá devia sentir-me mais reconfortada e confiante…mas ao invés disso sinto-me um pouco triste, ou desanimada, não sei bem! O que sei é que outubro está quase no fim e continuam a faltar-me certezas…e não tarda muito estamos em Dezembro…natal…passagem de ano…2007…não sei se ria se chore!
Mas há quase um mês que ando a levar muito a sério a máxima “um dia de cada vez”…sendo assim…amanhã volto para penixe…a minha mãe faz anos na quarta e vou ficar com eles o resto da semana :D

 

Posted in Ping Pong | Comments (0)

Honorário…

October 17th, 2006

Hoje ensinaram-me a calcular os nossos honorários de acordo com o que está estabelecido por lei…Descobri que pelo projecto do Parque Urbano teria recebido cerca de 13000euros. Projecto que, a trabalhar a tempo inteiro teria ficado pronto em cerca de um mês. Muito bem, 13000euros num mês…já dava pa ficar 10 sem trabalhar :)

É impressionante o que a câmara poupa com os projectistas que tem aqui…fora os que não ganham nada, no máximo ganham 1300euros por mês…nem é preciso fazer as contas…salta à vista!!

Até anima pensar que um projecto pode sustentar-te uns meses….mas agora o pior é que preciso é arranjar clientes… :D

Posted in Ping Pong | Comments (0)

planos trocados…

October 13th, 2006

De facto eramos para ter ido a évora na quarta, e por volta das 8h da manhã ainda eram esses os planos. Levantar, tomar o pequeno almoço, um saltito à farmácia e lá seguimos para a Ydreams. Levámos os dois carros para o Tiago deixar lá o dele e seguirmos para Évora no meu, tinhamos tudo planeado…ir trocar a maquina fotográfica da nossa cache do Alto de S.Bento, ir almoçar com a Ana e com o Nuno, ir procurar uma cache, passar no quartel e claro, ir aos SAC fazer a matrícula do Tiago no mestrado…E teríamos provavelmente feito tudo isto, não fosse o menino, depois de mais de uma hora de viagem, deixar-se chegar à Ydreams, e deixar-me chegar a mim (depois de me ter perdido escassos metros antes da saída certa!) entrar no carro, arrancar olhar para mim segundos depois e dizer “Não podemos ir a Évora!”(ya, então porque?) “Esqueci-me de tudo em casa, nao tenho certificado, fotocopia do BI, foto, nem sequer a maquina fotográfica”. (Bonito!) Ainda ponderámos por instantes se valeria a pena irmos mesmo assim, mas decidimos não abusar da sorte (já que tanta coisa tinha corrido mal até ali) e o que se passou foi que ele foi trabalhar, à mesma hora de sempre e eu voltei para Alcabideche.

Achavam que a história acabava aqui?…Enganam-se!…É que tudo isto se passou pouco passava das 10h. Então decidimos ir até ao fórum Almada para espairecer um pouco e para o Tiago comprar umas bolachas no Jumbo. Teria tudo sido muito normal e bonito se, quando saímos do Jumbo tivessemos saído para o lado esquerdo. Mas tal não aconteceu, e o que o lado direito nos reservou foi algo pelo qual nunca pensei passar na vida, até porque fujo desse tipo de coisas…o que aconteceu?…simples, muito simples…A meio do corredor, um senhor caminha na nossa direcção. Creio que ambos pensámos que devería ser para pedir dinheiro para alguma coisa, como é normal, mas rapidamente nos apercebemos que não. O senhor abordou-nos com a mesma lenga- lenga de sempre e disse que era um questionário aos clientes do Jumbo (devo ter entrado num Jumbo 2 vezes na vida!!), queria perguntar-nos, agora que se aproxima o natal a que produto é que queríamos que o jumbo baixasse o preço…lol…nós rimo-nos dissemos que não fazíamos ideia, mas o senhor foi tão insistente, que tentando acabar a conversa dissemos: aspiradores!. E podia ter parado por aqui, mas não parou. Depois de termos dado esta resposta o tal senhor apontou para uma mesa onde estavam duas pessoas com umas quantas folhas e pediu que fossemos lá escrever o que tinhamos dito…”vá lá, é só um minuto…não lhes custa nada…bla bla bla!”…e pronto, lá nos dirigimos à mesa e claro que o Tiago logo se pôs de parte para ter que ser eu a preencher a folha. Entretanto eu já estava fartíssima daquela situação e só queria ir embora, tanto que dei o meu nome, morada, tlm, BI, e só quando me disseram “agora só tem que assinar aqui” é que se fez luz. Achei muito estranho quererem este tipo de informação (era suposto ser só para escrever A-S-P-I-R-A-D-O-R!), foi então que o rapaz que preencheu as folhas, num tom baixo e calmo me disse “isso são os seus direitos de imagem!”…”o quê? (devo ter ouvido mal” …”são os seus direitos de imagem”…”mas eu tenho que fazer isto (ainda eu não sabia o quê!)…”não…eu não estou aqui com nenhum xicote…mas não lhe custava nada…blablabla!”…nesta fase já o meu cérebro estava a ferver, mas como o meu menino decidiu não me ajudar a sair dali e tinha 4 pessoas a pedirem-me “vá lá…e não custa nada…nem demora…é só entrar ali e falar para a câmara…!” Enfim, lá tive que ir. Cubículo tipo confessionário do BigBrother…”Então Sílvia, diga lá que produto gostava que o jumbo baixasse o preço…”.”Gostava que o Jumbo baixasse o preço dos aspiradores!”…e mais umas palavras…Destrancaram a porta e lá pude ir embora, cheia de vergonha e revolta, nem sequer olhei para trás com medo que o meu olhar os fuzilasse. O resto do percurso até ao carro foi feito alternando entre o silêncio e a pergunta “porque não me ajudaste a sair dali?”. Mais tarde, já na viagem para casa só tinha a certeza que, se aquilo for escolhido para passar na tv nunca mais saio de casa…mas depois decidi que se der na tv não sou eu…é só alguém parecido! :)

E foi assim que a ida a Évora foi adiada para hoje, sexta-feira. Correu tudo bem, está um dia de Outono lindo. Évora lá estava, quente, branca e meiga como sempre. Fizemos a matrícula, almoçamos com a companhia prevista e com o Cláudio, num restaurante muito fixe a que nunca tinha ido. Trocámos a maquina da cache e regressámos à Costa da Caparica. O meu menino hoje vem tarde :( tem que trabalhar e ir à festita de hoje! Boa vida! Eu já estou em casa…e vou ficar por aqui.

ah! Já quase me esquecia de deixar aqui os parabéns a alguém com quem tive o prazer de crescer e que faz hoje oitenta anitos! Parabéns Avô!

Posted in Ping Pong | Comments (0)

matar saudades…

October 10th, 2006

Amanhã em princípio vou com o Tiago a Évora…vou poder matar algumas das saudades que já tenho…do cheiro a alentejo, das castanhas assadas, do jeito de falar dos verdadeiros filhos da terra…. Vamos lá para ele poder fazer a matrícula no mestrado (quem me dera ter a mesma hipótese que ele) e lá se vão 700 e tal euros! Já que temos que ir aproveitamos e vamos trocar a máquina fotográfica da nossa cache porque está no fim :) confesso que estou ansiosa para as mandar revelar e ver o resultado!

Ontem fomos ver o “Balbúrdia na Quinta” e foi mesmo visto em versão portuguesa, (nós gostamos sempre de ver a versão original, mas só em Lisboa!), queríamos ir com os pais do Tiago e o Faria acabou por também aceitar ir. Com pouco mais de 10 pessoas na sala, o filme começou e passou-me pela cabeça, nos momentos iniciais, que estava maluca quando decidi ir vê-lo, mas logo mudei de ideias com a primeira gargalhada! Foi bastante divertido, não tem nada de extraordinário mas tem qualquer coisa porque não é muito fácil eu achar piada a alguma coisa, e este fez-me rir…como eu já não me ria à uns tempos!

Hoje, o dia na Divisão também foi produtivo…e enriquecedor, aprendi a fazer mais uma coisa no autocad que faz com que o que antes demorava 40 minutos e ficava mal, agora demora 5 e fica perfeito!…e fui ver 2 obras, uma da Carla que tá praticamente concluída e uma da Lilia que tá agora a começar.Também passámos na minha, já começaram a limpeza do terreno na parte que vai ser feita agora :D  Adorei a obra da Carla, acho que está muito fixe…a riqueza às vezes está na simplicidade…e aquele espaço sem dúvida ganhou “luz”!.

 

Posted in Ping Pong | Comments (0)

Gomas e descanso…

October 9th, 2006

eheh…é verdade, em vez de “sopas e descanso” este fim de semana o descanso foi acompanhado por gomas :D  mais precisamente 600gr delas… Eu e o Tiago fomos passar o fds a Peniche, parecíamos putos (se é que não somos!)… dormimos, acabámos de ver a quarta season do 24, vimos o primeiro episódio da nova season do Lost, consumimos tv e enchemo-nos de gomas, palmiers e camarões!…nada que seja aconselhável todos os dias ou que seja mistura usual, mas que soube bem, lá isso soube!…De certeza que vamos voltar a repetir, acredito é que da próxima não será com gomas :)

Hoje a mãe do Tiago faz anos, já lhe demos a nossa prendinha (uma orquídea linda!) e logo em principio vamos todos ao cinema…

Quanto ao resto…na mesma como a lesma …

Posted in Ping Pong | Comments (0)

Nem sempre sou igual…

October 6th, 2006

     Nem sempre sou igual no que digo e escrevo.
     Mudo, mas não mudo muito.
     A cor das flores não é a mesma ao sol
     De que quando uma nuvem passa
     Ou quando entra a noite
     E as flores são cor da sombra.     Mas quem olha bem vê que são as mesmas flores.
     Por isso quando pareço não concordar comigo,

     Reparem bem para mim:
     Se estava virado para a direita,
     Voltei-me agora para a esquerda,
     Mas sou sempre eu, assente sobre os mesmos pés —
     O mesmo sempre, graças ao céu e à terra
     E aos meus olhos e ouvidos atentos
     E à minha clara simplicidade de alma …

Alberto Caeiro

Posted in Ping Pong | Comments (0)

Se eu pudesse…

October 4th, 2006

     Se eu pudesse trincar a terra toda 
     E sentir-lhe o paladar,
     Seria mais feliz um momento … 
     Mas eu nem sempre quero ser feliz. 
     É preciso ser de vez em quando infeliz 
     Para se poder ser natural…

     Nem tudo é dias de sol,
     E a chuva, quando falta muito, pede-se.
     Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
     Naturalmente, como quem não estranha
     Que haja montanhas e planícies
     E que haja rochedos e erva …

     O que é preciso é ser-se natural e calmo
     Na felicidade ou na infelicidade,
     Sentir como quem olha,
     Pensar como quem anda,
     E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
     E que o poente é belo e é bela a noite que fica…
     Assim é e assim seja …

 Alberto Caeiro

Posted in Ping Pong | Comments (0)

desisti de tristezas…

October 2nd, 2006

como dizem e muito bem, tristezas não pagam dívidas!…e como eu não ganho nada já não tenho mesmo forma de as pagar portanto de nada vale andar assim. Decidi que a “revolta” é mais benéfica e produtiva. A tristeza mergulha-nos num buraco sem fundo onde gradualmente paralisamos e vamos perdendo tudo, ao mesmo tempo que ganhamos a estranha certeza que tudo corre mal por nossa culpa…a revolta não! Na revolta o problema são os outros, é a vida…wathever…tudo menos nós! Enquanto que a tristeza nos mostra um problema interior e por isso nos volta para dentro, a revolta empurra-nos para fora, temos vontade de gritar, espernear…lutar por aquilo que queremos, encontrar um bode espiatório que certamente não somos nós próprios…ou simplesmente pensar que se isto não está bem vou mas é viver…tenho tanta coisa para experimentar, tanto para amar, tantos sítios para passear, livros para ler,receita novas para experimentar, páginas em branco por preencher…

…vou mas é viver!

Posted in Ping Pong | Comments (0)