Archive for February, 2008

tenho muito trabalho…

February 28th, 2008

…mas apetecia-me que o dia estivesse a passar mais depressa…

Posted in work | Comments (0)

estou cansada…

February 27th, 2008

…não estou cansada das pinturas do fim de semana, não estou cansada do trabalho…quando tento perceber chego à conclusão que, das duas uma, ou estou cansada de mim, ou estou cansada da rotina…

apetecia-me fugir, fugir contigo, levar-me p’ra longe…p’ra perto…tanto faz…mas levar-me contigo para perto do mar…de um mar revolto, um mar cheio de cheiro, cheio de som…aquecer-me no teu abraço…fechar os olhos e descansar…

Posted in Ping Pong | Comments (2)

Balanço das últimas 48horas…

February 25th, 2008

Nem tudo é perfeito…e seria pouco honesto da minha parte dizer que este fim de semana foi assim…
Então o balanço que faço é este:

- Dormi umas 16 horas nada bem dormidas…

- Chorei aproximadamente 1hora, 1hora e meia…consegui magoar as 3 pessoas que mais amo no mundo em cirscunstâncias diferentes mas sempre com a mesma arma – as palavras…Que poder que elas têm!

- Sorri alguns minutos…mas sorri com sinceridade…sorri por amor, sorri por me sentir amada, apoiada, acompanhada…sorri por um beijo, sorri por um abraço, sorri porque tenho pessoas que me amam e me fazem sentir bem…

- Passei cerca de 18 horas a pintar uma das paredes da nossa sala, entre em pé, deitada no chão ou em cima do escadote, nenhuma das posições foi do agrado da minha coluna que passou 17horas a tentar dissuadir-me de fazer o que eu queria muito fazer. Embora tenha tido vontade, não desisti, como aliás poucas vezes desisto.Ganhei uma parede pintada, e ganhei o sorriso de 5 pessoas o que para mim já valeu o sacrifício.

- Passei umas 2/3horitas a comer e a contemplar o que me rodeia…a perceber como é que uma coisa que já é nossa pode parecer cada vez mais nossa, e sentir o cheiro…como explicou o Bruno na perfeição de palavras simples mas cheias de verdade:

…”O cheiro de uma casa não se compra em lado nenhum.
Vai-se fazendo.
As casas que não tem cheiro não são casas.
São relógios à espera de ponteiros…”

e assim, devagar, vamos acertando os ponteiros da nossa…

obrigado aos 3 por tudo o que fizeram, não só na casa, mas em mim…sei que tal como a sala, hoje não sou a mesma que era à 48horas atrás…mas o meu amor por voces continua o mesmo! obrigado…

IMG_7741.JPG

As restantes fotos estão no flickr

Posted in home | Comments (0)

Reunião de condomínio…

February 21st, 2008

Foi a nossa primeira :) durou das 21 à 1 da manhã…e ainda assim ficou para continuar no próximo mês. Gostei!
Gostei das pessoas, da confusão, da reivindicação…mas acima de tudo gostei do senhor do sobretudo à Mourinho que falou no fim. Clara e pausadamente explicou os termos de uma lei qualquer no que respeita à aprovação de orçamentos, e quando alguém lhe disse “isso agora mudou” ele calmamente respondeu qualquer coisa como “mudou?olhe então foi agora porque confesso que ainda nao li o Diário da Républica esta semana!”…lindo!

Posted in home | Comments (0)

adoro chuva…

February 18th, 2008

…mas adorava ainda mais, num dia como este, poder olhar lá para fora pela janela da minha sala, deitada no meu sofá e dizer “hoje nao vou sair de casa!”

Posted in Ping Pong | Comments (0)

February 11th, 2008

A verdadeira unidade faz-se com os que pensam de modo diferente, não com os que pensam da mesma forma…

Posted in Ping Pong | Comments (0)

agradecimento…

February 11th, 2008

Cabe-me o dever de agradecer publicamente ao meu menino o voo da minha borboletinha :) bigado!

Posted in Ping Pong | Comments (0)

episódios da minha infância…

February 8th, 2008

Pois bem…decidi também (com um empurraozinho ;) ) contar algumas histórias de quando era mais piquenina…é uma forma de recordar momentos que não quero nunca esquecer…

Então a primeira história que fica é esta:
…Algures na minha segunda, ou terceira classe era quase carnaval e a minha escola era uma agitação nessa época porque tinhamos sempre um desfile em que percorríamos a então vila de Santa Comba Dão mascarados e felizes…
Os pais dos alunos é que faziam sempre as fatiotas dos meninos, a escola comprava o material e os pais tinham que ter tudo pronto até ao dia do desfile…

Ora então o que se passou foi que, nesse ano chegou-se à conclusão que o tema da nossa turma seria a história do capuchinho vermelho…claro está que qualquer menina gostaria de ser a personagem principal…Então, para não haver chatices a sr. professora fez um sorteio, escreveu o nome de todas as meninas em papeizinhos e foi escolhido um ao acaso…

E a feliz contemplada fui eu…até então e desde então nunca mais ganhei nada de jeito assim por sorte.

A história acabaria aqui, não fosse uma das meninas da classe, a Carla, coitadinha, que desatou a chorar que nem uma perdida…tanto que a sr. professora, muito piedosa, decidiu que seria a Carlinha o capuchinho vermelho e eu?…eu fiquei muito triste e zangada…mas nada pude fazer e em silêncio fui promovida a borboleta…

Posted in coisas da infância :) | Comments (1)

escrever…

February 6th, 2008

sempre gostei de escrever…e posso dizer que os primeiros 3/4 anos de universidade foram dos mais frutíferos…já pensei até em compilar os meus poemas e escrever um livro confesso… No entanto, graças a esses anos, hoje percebo que a dor, a tristeza, a inquietação são muito mais ricas em poesia do que a felicidade, a harmonia, a paz. Não que nunca tenha escrito nestes momentos, claro que escrevi, escrevi quando te conheci…quando começámos a nossa história…aquela saída de um conto de fadas…carregado de poesia…(e ainda não desisti de o passar para o papel…), mas hoje é-me mais complicado escrever…e isso devo-o a ti…podía pensar que é por falta de tempo…também…mas sei que me é mais dificil escrever porque sou feliz, porque estou bem comigo mesma…porque me sinto em paz…porque mudaste a minha vida…

obrigado!…

Posted in Poesia | Comments (0)

Gosto…

February 6th, 2008

Gosto de chuva,
de dias cinzentos, de ficar no sofá…

Gosto do cheiro da terra molhada,
de árvores, do verde, dos pássaros…

Gosto de pão,
de chouriço, queijo, azeitonas…

Gosto de fogo,
de lareiras, das torradas com café no forno de lenha da avó…

Gosto do bife da minha mãe,
do leite com chocolate do meu pai…

Gosto de crianças,
de desenhos animados, da ana dos cabelos ruivos, do bocas,
dos ursinhos voadores, da floresta azul do Peter Pan…

Gosto de pintar,
de ler de escrever…

Gosto de estar sozinha,
do silêncio, do barulho do secador de cabelo…

Gosto de te ver sorrir,
do teu olhar, dos teus lábios, de ti…

Gosto de touros,
de forcados, de pegas, de arenas…

Gosto do Alentejo,
dos fardos de palha, dos palheiros…

Gosto dos poucos amigos que tenho,
de vos ouvir, de rir com vocês…

Gosto da nossa casa,
da nossa sala, de ver aviões partir e chegar…

Gosto do mundo,
de pessoas, das diferenças…

Gosto de acreditar,
de ter fé, de sentir, de chorar…

Posted in Ping Pong | Comments (1)